INFORMAÇÃO SUMÁRIA

Padroeiro: S. João Baptista.

Habitantes: 273 habitantes (I.N.E.2011) e 336 eleitores em 01-03-2019.

Actividades económicas: Agricultura.

Feiras: Feira de Gado da Portela do Alvite (12 e 28 de cada mês).

Festas e romarias: Martir S. Sebastião (20 de Janeiro), S. João Baptista (24 de Junho), Feira de Santiago (Julho), Senhor dos Aflitos (15 de Agosto), Santo António (Setembro), Senhora de Fátima (12 de Outubro).

Património cultural e edificado: Igreja paroquial, Casa do Visconde de Sistelo, Ponte romana, Capelas da Senhora dos Aflitos, de Santo António, de S. João Evangelista, da Senhora dos Remédios e da Senhora do Carmo.

Outros locais de interesse turístico: Castelo de Sistelo.

Artesanato: Meia redonda de lã e avental de lã.

Colectividades: Associação Sócio-Cultural e Recreativa de Sistelo.

 

ASPECTOS GEOGRÁFICOS

Situada a norte do concelho de Arcos de Valdevez, a estender-se por cerca de 2683 ha, em plena serra da Peneda, tendo o rio vez a iniciar aí o seu percurso de águas límpidas e cristalinas, esta freguesia serrana está a cerca de 20 km da sede do concelho arcoense.

Os seus limites estão assim estabelecidos: a norte, a freguesia de Merufe do concelho de monção. A sul e a nascente, a freguesia de Cabreiro. A poente a freguesia de Loureda.

 

RESENHA HISTÓRICA

As inquirições de 1258 ao referirem-se à freguesia de cabreiro, dizem que Sistelo era uma recente e pequena póvoa, que a família do fundador havia doado à ordem do hospital.

As propriedades do termo da referida póvoa encontravam-se isentas de fossadeira, por pertencerem àquela ordem.

Parece, porém, deduzir-se que os seus habitantes estavam sujeitos à anúduva, bem como à cobertura da fronteira, guardando o “porto de couso”.

O “porto de couso” deve situar-se perto do marco geodésico do Couço (752 m. De altitude), isto é, junto da confluência do rio Sistelo e ribeira de cabreiro.

A primeira referência conhecida a esta igreja encontra-se no registo da avaliação do rendimento dos benefícios eclesiásticos da comarca de Valença, ao tempo da sua incorporação na diocese de braga (1514-1532). Rendia então 25 alqueires de pão.

Na cópia de 1580 do censual de d. Frei Baltasar limpo, Sistelo figura como sendo anexa à igreja de são salvador de cabreiro.

Américo costa refere-se a Sistelo como sendo vigairaria erecta filial de cabreiro, pertencendo a esta última o direito de apresentação do vigário colado de Sistelo.

Inventário do património arquitetónico

Em http://www.monumentos.pt

Informações detalhadas acerca de:

► Casa do castelo de Sistelo

► Chafariz de Sistelo

► Cruzeiro e alminhas de Sistelo

► Jazigo do visconde de Sistelo

► Ponte de Sistelo

► Ponte de Sistelo de jusante

(Fontes consultadas: Inventário Colectivo dos Arquivos Paroquiais vol. Ii norte arquivos nacionais/torre do tombo e Dicionário Enciclopédico das Freguesias)

 

Setembro 2017 – Sistelo vence o concurso das 7 Maravilhas de Portugal na categoria Aldeias Rurais.

 

ALTA DISTINÇÃO

Dezembro 2017 – Decreto promulgado pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, classificando a Paisagem de Sistelo como monumento nacional DGPC

“De acordo com o decreto, que tinha sido promulgado em Dezembro pelo Presidente Marcelo Rebelo de Sousa, a Paisagem Cultural de Sistelo “é composta por um espaço natural de superior qualidade paisagística, natural e ambiental, ao qual se soma um notável património etnográfico e histórico cuja preservação e autenticidade é fundamental garantir, sobretudo quando são reconhecíveis as ameaças com que se deparam as economias tradicionais e a organização do mundo rural”.”

Fonte: Jornal “Público”

Últimas Notícias
Veja mais notícias em:
Calendário
Jan0 Posts
Fev0 Posts
Mar0 Posts
Jun0 Posts
Jul0 Posts
Ago0 Posts
Set0 Posts
Out0 Posts
Nov0 Posts
Dez0 Posts

facebook

facebook

facebook